Conheça a relação entre o sistema financeiro e o meio ambiente

O mundo financeiro está dedicado à preservação

Complexo e ramificado, o sistema financeiro atua conduzindo recursos aos segmentos da economia. Para alimentá-lo, insumos extraídos do meio ambiente são utilizados das mais diversas formas, estabelecendo o relacionamento próximo entre a alimentação do sistema com ações de extração de recursos ambientais.

No sentido estritamente financeiro, cresce cada vez mais a preocupação nas liberações de empréstimos e créditos a empresas que agem com má conduta nos impactos que causam ao meio ambiente e atividades relacionadas à proteção do ecossistema passam, aos poucos, a ilustrar transações que já consideram a proteção de ecossistemas, acidentes ambientais relacionados às empresas, licenciamento ambiental, fiscalizações, direito ambiental, acordos internacionais, formação de passivos ambientais, entre outros.

O processo produtivo que fere ações de proteção já causam impacto direto a quem ofertou o auxílio financeira como multas e desgaste da imagem, tendo em vista que a cada dia fica mais claro que, não importa quanto dinheiro instituições acumulem, já que ele não pode salvar nosso meio de vida.

Esta semana foi toda dedicada a ações de conscientização sobre atividades que ferem o meio ambiente e como pequenos atos impactam desastrosamente em nosso planeta, graças à comemoração do Dia Mundial do Meio Ambiente, no próximo sábado, 5 de junho.

As medidas também incluem o setor financeiro: concessões de crédito atualmente envolvem um risco mais elevado em razão da necessidade de se incorporar a dimensão ambiental, tão importante para a vida na Terra. Daí, parte a necessidade de um sistema financeiro sustentável.

Conheça a Finança Sustentável

As finanças sustentáveis já são uma demanda da sociedade para que os bancos utilizem os recursos obtidos por meio de financiamentos e títulos de créditos em iniciativas socioambientais. A economia verde pode parecer improvável, entretanto, milhares de empresas e bancos já deram passos importantes. Um deles é o green bond (título verde).

Um grupo de gestores de aplicações, liderados pela Climate Bonds Initiative e responsáveis pela alocação de cerca de R$ 1,6 trilhão, emitiu declaração para reafirmar seu compromisso diante das ameaças e efeitos das mudanças climáticas. Nesta declaração, alguns dos mais importantes agentes do mercado financeiro brasileiro assumiram posição como BTG Pactual, BB DTVM, Itaú Asset Management, Santander Asset Management, Sul América Investimentos e UBS Brasil. Estabelecendo assim, os títulos Green Climate, que constituem uma forma de empresas e investidores que aplicam e viabilizam projetos importantes para que o país siga no caminho do desenvolvimento sustentável.

Às vésperas de comemorar mais um Dia Mundial do Meio Ambiente em meio a tantas notícias de sua devastação, precisamos construir em todos os setores a consciência de preservação.

Faça sua parte.

Tags: dia do meio ambiente mercado financeiro